Tratamentos

Cirurgia Oral
Dentisteria Estética
Endodontia
Higiene Oral
Implantologia
Oclusão
Odontopediatria
Ortodontia
Periodontologia
Prótese Fixa
Prótese Removível

A Cirurgia Oral é a especialidade da Medicina Dentária dedicada à prevenção, diagnóstico e tratamento de alterações, lesões e patologias da cavidade oral e estruturas anexas. A correção das alterações e patologias da cavidade oral permite melhorar significativamente a capacidade estética e funcional, nomeadamente as funções fonéticas, de mastigação e deglutição, em muitos casos com resultados visíveis na autoconfiança na vida social dos pacientes.

É assim responsabilidade da Cirurgia Oral, tratar ou corrigir um problema previamente diagnosticado e que necessita de solução cirúrgica, bem como o diagnóstico e remoção de quistos ou tumores gengivais.
Pelo facto de lidar com procedimentos cirúrgicos muitas vezes complexos, a equipa clínica integra uma médica anestesista, possibilitando deste modo que, com toda a segurança e conforto para o paciente, algumas intervenções sejam realizadas sob anestesia geral.

A Dentisteria é a área da Medicina Dentária que se dedica ao tratamento das lesões dentárias, quer tenham ocorrido por traumatismos ou por cáries. Em qualquer das situações, permite que os dentes recuperem as suas funções estéticas, anatómicas e funcionais. Salienta-se a grande importância do tratamento imediato de uma cárie uma vez que a grande maioria das lesões dentárias provocadas por cárie vão destruindo progressivamente a estrutura dentária até ao ponto de perda total do dente.
Assim, quanto mais cedo for feita a intervenção, menor será a lesão e consequente fragilidade do dente e mais fácil e pequena terá que ser a sua restauração.

Para além de contribuir para uma melhoria das funções orais, a Dentisteria devolve ao paciente um sorriso saudável e bonito, contribuindo para um incremento da estética, autoconfiança e envolvimento social

A Endodontia tem como objetivo a preservação do dente por meio de prevenção, diagnóstico, tratamento e controlo das alterações da polpa e dos tecidos peri-radiculares. As lesões da polpa dentária podem ter na sua origem traumatismos, fraturas ou cáries profundas. Entre os sintomas indicativos de um problema endodôntico, incluem-se dor espontânea, sensibilidade prolongada ao frio e/ou ao calor e desconforto ao toque e mastigação, sendo que, de entre os sinais mais comuns, podemos incluir a presença de abcesso ou fístula (pequena bolha de pus na gengiva).

Nos casos de necrose ou inflamação irreversível da polpa dentária, a endodontia (desvitalização) é a única solução para salvar o dente e evitar outras complicações. Para além de eliminar a patologia da polpa, o tratamento endodôntico permite, em conjunto com a posterior reconstrução, restituir ao dente a função mastigatória. Existe também a possibilidade de se realizar um novo tratamento dos canais radiculares, primeira opção em dentes cujo tratamento endodôntico realizado anteriormente fracassou. Neste caso, todo o conteúdo existente no interior do sistema de canais radiculares é removido, procedendo-se a uma nova desinfeção, preparação e obturação tridimensional dos mesmo

Especialidade dedicada ao diagnóstico, prevenção e terapêutica de doenças orais, com um papel fundamental na manutenção dos tratamentos efetuados nas outras áreas de intervenção. Aatravés do ensino e demonstração de técnicas específicas contribui pedagogicamente para a melhoria da saúde oral.

A higiene oral é um fator determinante na prevenção da maioria das doenças que afetam a saúde oral, caracterizando-se pela correta eliminação dos resíduos alimentares e impossibilitando a fixação nos dentes e nas gengivas das bactérias que, caso não sejam removidas, darão origem à formação de placa bacteriana e tártaro.
Para uma correta prevenção e manutenção, as visitas ao Higienista Oral devem ser regulares (no mínimo de 6 em 6 meses) e os cuidados diários aconselhados pelo médico/higienista devem ser seguidos. Estes cuidados incluem uma correta escovagem (pelo menos duas vezes ao dia), o uso de fio dentário (pelo menos uma vez ao dia e preferencialmente à noite) e o recurso a elixires.

Se apresentar sintomas como hemorragia ou dor nas gengivas durante a escovagem, mau hálito e sensibilidade constante, marque uma consulta com o seu médico/higienista.

A Implantologia é a especialidade da Medicina Dentária dedicada à reabilitação das ausências dentárias através da colocação de implantes.
É a opção terapêutica que mais se aproxima da dentição natural em termos fisiológicos, estéticos e de conforto, já que a pressão exercida pelas próteses removíveis pode danificar os dentes adjacentes, bem como os tecidos moles, que em casos extremos conduz à reabsorção óssea e perda da estrutura de suporte dos dentes.

Os implantes funcionam como raízes artificiais, feitas de titânio, que ao serem colocadas no osso de um dos maxilares, dão suporte às coroas de cerâmica. No final, torna-se praticamente impossível distinguir o dente colocado sobre o implante de um dente normal. Produzidos em titânio, um metal biocompatível com os tecidos humanos, os implantes funcionam como raízes artificiais sobre as quais são colocadas coroas unitárias ou pontes fixas que substituem na perfeição a dentição natural.

A colocação dos implantes é feita com anestesia local, semelhante à que se utiliza para fazer qualquer outro tratamento dentário.

A oclusão é a especialidade da medicina dentária que diagnostica, previne e trata os problemas relacionados com más oclusões (incorrecta posição e/ou incorrecta “engrenagem” dos dentes) e disfunções temperomandibulares (problemas da articulação da mandíbula)
Os problemas oclusais, normalmente manifestam-se como:
- Dores e cansaço dos músculos da face;

- Dores articulares da face;
- Dores mastigatórias;
- Estalido na abertura e/ou fecho da boca;
- Dificuldade de abertura e/ou fecho da boca

A Odontopediatria é a especialidade da Medicina Dentária dedicada ao tratamento e prevenção de todos os problemas orais e dentários de crianças e adolescentes. Esta especialidade possibilita à criança o primeiro contato com o médico dentista onde será avaliado o estado de saúde oral, controlada a erupção dentária e realizados tratamentos preventivos no caso de serem necessários, tais como: Apesar de alguns tratamentos serem semelhantes aos dos adultos, a Odontopediatria oferece tratamentos exclusivos tendo em conta as especificidades das faixas etárias em questão: menores dimensões corporais e orais, osso do crânio e do maxilar em crescimento, processo eruptivo dinâmico da dentição e presença de dentes de leite, entre outras.

Os problemas dentários podem surgir bastante cedo, pelo que se recomenda que a primeira consulta se realize a partir do momento em que nasçam os primeiros dentes, normalmente entre os 6 meses e 1 ano de idade.As consultas de Odontopediatria são ainda importantes para ensinar as crianças assim como aos pais, sobre a correta escovagem dos dentes e o uso do flúor e do fio dentário, de forma a garantir a manutenção de uma boa saúde oral.

A Ortodontia tem como objectivo diagnosticar, prevenir e tratar as irregularidades dento-faciais (“dentes tortos”), que tecnicamente são denominadas Maloclusões.

O profissional especializado nesta área é denominado Ortodontista, a sua formação profissional prepara-o para diagnosticar e empregar métodos preventivos bem como instalar aparelhos correctivos, posicionando dentes, lábios e ossos, com a finalidade de atingir uma boa harmonia facial.

A duração do tratamento ortodôntico é dependente de vários fatores, no entanto, numa primeira abordagem, o seu médico dentista pode estimar, com mais ou menos precisão, o tempo de tratamento. Estatisticamente o que mais influencia na variação do tempo do tratamento ortodôntico é a cooperação do paciente.

A Periodontologia é um especialidade dirigida à prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças que afetam o conjunto de tecidos que incluem a gengiva, o osso e o ligamento periodontal, responsável por manter a firmeza dos dentes nos maxilares. As doenças periodontais são provocadas pela acumulação de bactérias nos tecidos da cavidade oral. O depósito de placa bacteriana e de tártaro no sulco existente entre a gengiva e os dentes origina uma inflamação crónica que destrói os tecidos que suportam a dentição.

A gengivite ou inflação das gengivas é a forma inicial de doença periodontal e é muito frequente. Se não for tratada, a gengivite pode progredir para uma doença muito mais grave chamada periodontite (inflamação/infeção do osso). Esta infeção, provocada por bactérias, pode levar à destruição do osso e do ligamento que segura o dente nos maxilares e se não for tratada leva a que os dentes fiquem móveis e até à sua perda (periodontite).

O modo de evitar estas doenças é fazer as limpezas ou destartarizações de 6 em 6 meses e realizar uma boa higiene oral diária. Por vezes, existe a necessidade de realizar pequenas cirurgias, que envolvem a raspagem e alisamento radicular e eliminação bacteriana, suportada por um tratamento antibiótico.

A Prótese Fixa é a prótese que cumpre a função de substituir um ou mais dentes que foram perdidos ou destruídos, em virtude de cáries ou traumatismos, e são fixas na boca. São conjuntos de coroas dentais, presas sobre dentes ou implantes, feitas de porcelana.
As coroas em porcelana, com ou sem metal, são hoje uma excelente opção para fechamento de espaços entre os dentes (diastemas); restaurar dentes escurecidos, manchados ou quebrados; ou corrigir dentes tortos anteriores, com grande eficiência e durabilidade.

A Prótese Removível é um substituto de dentes perdidos que pode ser removida e recolocada dentro da boca. As próteses removíveis dificultam a habituação e nunca se sentem como dentes naturais, apesar de, hoje em dia, as próteses removíveis terem um aspecto mais natural e serem mais confortáveis do que antigamente.
Existem dois tipos principais de próteses removíveis: total ou parcial. Na Dental+ sabemos recomendar o tipo de prótese que será a melhor para o seu caso específico, mediante o número de dentes que serão substituídos e o custo envolvido.

Videorama #02: Edondontia. Uma especialidade da prática odontológica Dental+.

Publicado por Dental+ Clínica em Sexta-feira, 24 de março de 2017

Videorama #03: Implantologia (em preparação). Uma especialidade da prática odontológica Dental+.

Publicado por Dental+ Clínica em Quinta-feira, 20 de abril de 2017

História Visual da Odontologia #01

Publicado por Dental+ Clínica em Quinta-feira, 6 de abril de 2017

Videorama #06. Ortodontia. Uma especialidade da prática odontológica Dental+

Publicado por Dental+ Clínica em Quinta-feira, 8 de junho de 2017

Faça a sua marcação online

Depois de submeter o seu pedido, a Dental+ confirma disponibilidade, por telefone ou email, no prazo máximo de 24 horas.